Auditoria-Geral

A Auditoria-Geral, conforme Art. 16. do Decreto nº 47.139, de 24 de janeiro de 2017, como competência coordenar, planejar e realizar atividades de auditoria e fiscalização no âmbito do Poder Executivo, contribuindo para o aperfeiçoamento da gestão pública e para prevenção e combate à corrupção com atribuições de: 

I – coordenar o planejamento e a execução dos trabalhos de auditoria e fiscalização;

II – implementar e difundir métodos e técnicas de auditoria a serem adotados nos órgãos e entidades na administração pública;

III – articular-se com as unidades centrais de coordenação, planejamento, gestão e finanças para o aprimoramento de normas, procedimentos e padrões de controle;

IV – propor políticas e diretrizes para o aperfeiçoamento do controle interno dos órgãos e entidades;

V – promover orientação técnica e normativa na área de controle interno e auditoria;

VI – promover a integração de dados e consolidar informações relativas às atividades de auditoria da administração pública. 

 

Integram a Auditoria-Geral: 

Núcleo de Apoio Técnico

Superintendência Central de Auditoria em Licitações e Concessões

Diretoria de Auditoria em Licitações

Diretoria de Auditoria em Concessões

Superintendência Central de Auditoria em Finanças Públicas

Diretoria de Auditoria em Programas Governamentais

Diretoria de Auditoria Orçamentária, Financeira, Contábil e Patrimonial

Superintendência Central de Auditoria em Transferências Voluntárias

Diretoria de Auditoria em Convênio de Saída

Diretoria de Auditoria em Transferência a Entidades